Osteoporose – Conheça as causas, a incidência e as formas de tratamento | Firme Forte | Osteoporose

Osteoporose – Conheça as causas, a incidência e as formas de tratamento

A osteoporose é uma doença decorrente de um enfraquecimento ósseo intenso, levando a fraturas por fragilidade, ou seja, os ossos podem se quebrar com traumas mínimos, como uma queda ao chão, um espirro, ou um abraço forte.

De acordo com os especialistas, muitas podem ser as causas que levam à osteoporose, sendo a menopausa a mais comum delas. Nesta fase é comum a chamada osteoporose pós-menopáusica. “A queda dos hormônios femininos (estrógenos) que determina a menopausa também causa uma reabsorção do tecido ósseo, isto é, uma diminuição do conteúdo dos ossos tornando-os menos densos e, por este motivo, menos resistentes”, explica Dra. Marise Lazaretti Castro, médica endocrinologista da ABRASSO. A médica esclarece, ainda, que outras causas também podem levar ao enfraquecimento ósseo, como o envelhecimento (osteoporose senil), a deficiência de vitamina D, várias medicações e diversas doenças. Dentre as medicações que mais comumente causam fragilidade óssea estão os corticóides, quando utilizados por longos períodos (mais de 3 meses). “Chamamos de osteoporose secundária quando a fragilidade está sendo causada por outras doenças, como as síndromes de má-absorção intestinal, as doenças inflamatórias (lupus, artrite, Chron, etc), ou doenças hormonais (prolactinoma, Cushing, hipertireoidismo, hiperparatireoidismo, etc). Existem ainda osteoporoses decorrentes de procedimentos, como transplantes, ou tratamentos como para o virus HIV. Pessoas que tenham sofrido várias fraturas ao longo da vida, especialmente na fase adulta devem suspeitar de osteoporose”, exemplifica a médica.

O exame capaz de diagnosticar a osteoporose é a densitometria óssea.

INCIDÊNCIA

Algumas características podem nos indicar pessoas de maior risco para desenvolver esta doença: idades avançadas (acima 65 anos), mulheres, menopausa precoce, história de fraturas de quadril em familiares de primeiro grau (pais ou irmãos), fumo, baixo peso corporal, doenças concomitantes, uso de medicações prejudiciais. Homens têm risco menor do que as mulheres para desenvolver osteoporose, porém este risco aumenta após os 70 anos.

TRATAMENTO

A boa noticia é que existem tratamentos que melhoram muito a qualidade óssea, diminuindo o risco de fraturas. “Não deixe de procurar um endocrinologista para avaliar seu risco, se você é mulher na pós-menopausa ou homem com mais de 65 anos, ou se possui um destes fatores de risco descritos acima”, alerta a especialista.

 

 

Twitter

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Arquivos

Depoimentos [+] outros depoimentos

Um estilo de vida saudável é fundamental na prevenção e tratamento da osteoporose. Atividade física regular é importante para a saúde óssea. No entanto, é importante ressaltar que a atividade física deve envolver exercícios com impacto e que fortaleçam a massa muscular. São esses os mais importantes para a manutenção da massa óssea. Claro que a intensidade do exercício e o grau de impacto que o indivíduo pode suportar variam de acordo com cada caso e, por isso, é essencial que a atividade física seja supervisionada por um profissional treinado.

Diogo Domiciano, médico-assistente da Disciplina de Reumatologia do Hospital das Clínicas da USP.

21/09/2011

Lorem ipsum dolor sit amet

“A osteoporose é real e afeta a todos. É preciso mobilizar a todos e mostrar que embora difícil, é possível conviver com a doença, trabalhar e ter uma vida normal.”

Suely Roitman, Presidente da FENAPCO

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Teste de Osteoporose

ToolsTesteOsseo

São apenas 19 perguntas simples para você descobrir como está a saúde dos seus ossos.

Teste de Osteoporose