Desconhecimento aumenta riscos da osteoporose em homens | Firme Forte | Osteoporose

Desconhecimento aumenta riscos da osteoporose em homens


Fraturas causadas pela doença tendem a aumentar com envelhecimento da população e prejudicar a qualidade e a expectativa de vida dos homens, especialmente as fraturas de quadril

Ser pai é uma experiência única. Brincar com filhos, ver seu crescimento e participar ativamente de sua vida são desejos de todos que experimentam a paternidade. No entanto, estes sonhos podem ser atrapalhados pela osteoporose. A doença é tida como feminina, mas isto é um mito. De acordo com a International Osteoporosis Foundation (IOF) a incidência desta doença entre homens é maior do que o câncer de próstata e um em cada cinco homens com mais de 50 anos sofrerão fraturas de baixo impacto.

“É imperativo que todos os homens tomem consciência de que a osteoporose é uma doença que não reconhece sexo e afeta tanto homens quanto mulheres. Este é o primeiro passo para prevenir e combater esta doença que só no Brasil afeta mais de 10 milhões de pessoas”, afirma a presidente da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), Dra. Vera Lucia Szejnfeld.

Homens que sofrem qualquer tipo de fratura têm sua qualidade de vida comprometida e o número de casos deve aumentar com o envelhecimento da população – estima-se que em 2050 o número de homens com mais de 60 anos ultrapasse a marca de 900 milhões no mundo, de acordo com dados fornecidos pelo IOF.

A pior das fraturas é a de quadril por ser altamente incapacitante. Em 2015 estima-se que o número de fraturas de quadril, por fragilidade óssea, no país, seja superior a 66 mil casos, segundo o Estudo Brasileiro de Validação em Osteoporose (BRAVOS). “A pesquisa indica que após os 50 anos o risco de fraturas em homens aumente de 20% a 25%. A fratura de quadril pode deixar as pessoas incapacitadas e sujeitas a complicações que podem reduzir muito a expectativa de vida”, afirma a presidente da ABRASSO.

Os principais fatores de risco são: idade, histórico familiar, fraturas anteriores, uso de corticosteróides por mais de três meses, deficiência de testosterona e doenças crônicas, como a celíaca, o diabetes e o hiperparatireoidismo. Tabagismo, ingestão freqüente de álcool, sedentarismo, baixos níveis de vitamina D e cálcio também aumentam o risco de osteoporose.

A prevenção desta doença deve começar desde cedo. Manter um estilo de vida saudável é a chave para evitar e combater a osteoporose. Praticar regularmente exercícios físicos, manter uma dieta equilibrada e rica em vitamina D e cálcio, tomar sol ao menos 15 minutos por dia e consultar periodicamente o médico são atitudes importantes que devem ser tomadas ao longo da vida.

“O organismo atinge seu pico de massa óssea por volta dos 35 anos de idade e a partir de então a produção de tecido ósseo começa a diminuir. Por isso diz-se que a osteoporose é uma doença pediátrica que se manifesta na geriatria. Incentivar hábitos saudáveis desde cedo é primordial”, afirma a Dra. Vera.

Twitter

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Arquivos

Depoimentos [+] outros depoimentos

“A informação faz toda a diferença em nossa vida, inclusive na nossa saúde. Com a campanha Seja Firme e Forte objetivamos levar conhecimento a todos, para que tenham hábitos saudáveis de vida  e garantam a saúde de seus ossos em todas as fases da vida, e também para que as pessoas saibam reconhecer as situações de risco que possam enfraquecer seus ossos, de forma a procurarem os profissionais de saúde precocemente, para prevenir as doenças ou, quando necessário, resgatar sua saúde óssea.”

Luiz Claudio Castro, Endocrinologista Pediatra.

21/09/2011

Lorem ipsum dolor sit amet

“A osteoporose é real e afeta a todos. É preciso mobilizar a todos e mostrar que embora difícil, é possível conviver com a doença, trabalhar e ter uma vida normal.”

Suely Roitman, Presidente da FENAPCO

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Teste de Osteoporose

ToolsTesteOsseo

São apenas 19 perguntas simples para você descobrir como está a saúde dos seus ossos.

Teste de Osteoporose