Benefícios da exposição moderada ao sol no combate à osteoporose | Firme Forte | Osteoporose

Benefícios da exposição moderada ao sol no combate à osteoporose

Raios solares são eficientes no combate a hipovitaminose D, mas evitar excessos na exposição é importante para não comprometer a pele

Usar protetor ou tomar sol? Esta é uma dúvida que tem implicações importantes na saúde do brasileiro. O índice de câncer de pele é alto no país, mas por outro lado a exposição ao sol, com moderação, pode ajudar no combate à osteoporose, doença que atinge mais de 10 milhões de pessoas no país. Por isso, usar protetor solar é tão importante como tomar sol: o equilíbrio é a chave para maximizar os benefícios para o osteometabolismo e minimizar os riscos à saúde da pele.

“O ideal é tomar sol e permitir a formação de vitamina D por meio de uma exposição por período de tempo restrito sem o filtro solar. Em seguida deve ser aplicado o protetor. De maneira alguma recomendamos a exposição sem controle”, afirma Dr. Sergio Maeda, endocrinologista integrante da Comissão Científica da ABRASSO – Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo.

A luz solar é uma fonte importante de vitamina D por ser acessível e eficiente. Os raios ultravioletas B, ao baterem na pele, provocam a formação de uma pré-vitamina D. Quando ela é absorvida pela corrente sanguínea e passa pelo rim e fígado, o organismo a transforma efetivamente em vitamina D.

“É um modo totalmente isento de custos para promover a síntese deste hormônio sem ter de recorrer à suplementação em massa”, afirma o endocrinologista.

Dr. Maeda explica que os protetores solares evitam que os raios entrem em contato com a pele e bloqueiam a elaboração desta pré-vitamina D. “A exposição com intuito de promover a síntese de vitamina D deve ser restrita a um tempo que varia de acordo com a pele da pessoa”, alerta o especialista.

Ter a orientação e supervisão de um dermatologista é fundamental para identificar de forma precisa o fototipo da pessoa. Quem tem cor mais clara precisa se expor ao sol sem proteção por menos tempo do que os que possuem tez mais escura, de maneira que um tempo entre 5 a 15 minutos entre as 10 horas da manhã e as 15 horas da tarde podem ser suficientes.

“No dia a dia, um sinal de alerta é quando a pele começa a ficar avermelhada, ou quando a pessoa começa a sentir ardor. O ideal é expor o tronco, os braços e as pernas, já que o carcinoma basocelular é mais frequente no rosto”, diz Maeda.

Foto: cuegalos via Compfight cc

Twitter

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Arquivos

Depoimentos [+] outros depoimentos

“A informação faz toda a diferença em nossa vida, inclusive na nossa saúde. Com a campanha Seja Firme e Forte objetivamos levar conhecimento a todos, para que tenham hábitos saudáveis de vida  e garantam a saúde de seus ossos em todas as fases da vida, e também para que as pessoas saibam reconhecer as situações de risco que possam enfraquecer seus ossos, de forma a procurarem os profissionais de saúde precocemente, para prevenir as doenças ou, quando necessário, resgatar sua saúde óssea.”

Luiz Claudio Castro, Endocrinologista Pediatra.

21/09/2011

Lorem ipsum dolor sit amet

“A osteoporose é real e afeta a todos. É preciso mobilizar a todos e mostrar que embora difícil, é possível conviver com a doença, trabalhar e ter uma vida normal.”

Suely Roitman, Presidente da FENAPCO

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Teste de Osteoporose

ToolsTesteOsseo

São apenas 19 perguntas simples para você descobrir como está a saúde dos seus ossos.

Teste de Osteoporose