Achocolatados podem limitar benefícios do leite à boa formação dos ossos na juventude | Firme Forte | Osteoporose

Achocolatados podem limitar benefícios do leite à boa formação dos ossos na juventude

Segundo nutricionista da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), o mesmo se aplica aos laticínios com sabores artificiais

Uma coisa sempre há em comum no café da manhã de crianças e adolescentes: o chocolate quente! Apontada pelos pais como saudável e até obrigatória, em muitos casos, a bebida realmente funciona como uma importante fonte de energia para o início do dia. Contudo, é preciso ter cuidado com a quantidade de achocolatado que se utiliza na mistura. “Exageros prejudicam a absorção de cálcio e podem limitar os benefícios do leite à boa formação dos ossos na juventude. Afinal, quanto mais consumirmos o nutriente entre a infância e a adolescência, mais resistente será o nosso esqueleto na fase adulta”, diz a nutricionista Barbara Peters da comissão científica da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO).

Achocolatados

Barbara explica que o problema com os chocolates em pó (ou o cacau em pó) é que eles contêm uma grande quantidade de açúcar, aumentando a eliminação de magnésio na urina, nutriente importante para a saúde óssea. Além disso, contêm uma substância chamada oxalato que inibe a absorção intestinal do cálcio. “É importante que as mães fiquem atentas e observem como as crianças e jovens estão preparando o seu chocolate quente para não deixá-los exagerar na quantidade de cacau em pó. Outra dica, é tentar substituir ou revezar o consumo de achocolatados com a ingestão de vitaminas de frutas ou de sucos naturais”, sugere a nutricionista. “Vale lembrar que o espinafre, a beterraba e o quiabo são outros alimentos ricos em oxalato. Apesar disso, eles apresentam outras vitaminas e minerais que são tão benéficas ao osso quanto o cálcio. Portanto, não é preciso deixar de consumir esses alimentos”, acrescenta.

Sabores artificias

De acordo com Barbara, os sabores artificiais inseridos nos laticínios também diminuem os benefícios do leite para a saúde óssea. Ela explica que para dar gosto a iogurtes, danoninhos e vitaminas com sabores artificiais de fruta, por exemplo, as empresas alimentícias também precisam recorrer ao sódio. “Quando maior a ingestão dessa susbstância, maior será a eliminação de cálcio na urina. Por isso, assim como no caso do leite, o melhor a fazer com os iogurtes é misturá-los com frutas de verdade e, se possível, com cereais, cujas fibras também podem, entre outros benefícios, ajudar no funcionamento do intestino”, conclui a nutricionista da ABRASSO.

Para saber mais sobre a ABRASSO acesse: http://abrasso.org.br/ 

Crédito da Foto: Kim (via Flickr)  

 

Twitter

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Arquivos

Depoimentos [+] outros depoimentos

O dimensionamento do problema da osteoporose no Brasil é muito importante para que medidas de prevenção e tratamento eficazes sejam implementadas.

Partindo da premissa de ser um problema de saúde pública, uma vez que atinge cerca de 30% das mulheres após a menopausa, de acordo com os estudos epidemiológicos nacionais (SAPOS, SAPORI, VIGITEL), a população, médicos e outros profissionais de saúde, bem como políticos e organizações não governamentais, precisam unir forças para enfrentar e superar essa relevante questão de saúde.

Dr. Marcelo Pinheiro, Reumatologista da Unifesp e Chefe do Ambulatório de Osteoporose

21/09/2011

Lorem ipsum dolor sit amet

“A osteoporose é real e afeta a todos. É preciso mobilizar a todos e mostrar que embora difícil, é possível conviver com a doença, trabalhar e ter uma vida normal.”

Suely Roitman, Presidente da FENAPCO

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Teste de Osteoporose

ToolsTesteOsseo

São apenas 19 perguntas simples para você descobrir como está a saúde dos seus ossos.

Teste de Osteoporose