Apesar de novos estudos, leite ainda é recomendável para saúde óssea | Firme Forte | Osteoporose

Apesar de novos estudos, leite ainda é recomendável para saúde óssea

Pesquisa publicada no BMJ repercutiu ao dizer que a ingestão deste alimento não previne ou reduz risco de doenças ósseas, mas o resultado é inconclusivo e deve ser visto com cautela

 

Tomar leite é bom para a saúde e mantém os ossos fortes. Quantas vezes esta frase não foi dita como recomendação segura?

 

Um estudo publicado recentemente no British Medical Journal – BMJ mostrou um resultado surpreendente: esta velha máxima para uma vida saudável pode estar errada. Apesar de interessante, a revelação não é conclusiva e tem que ser vista com cautela. A recomendação para ingerir leite permanece como importante para a saúde das pessoas.

 

“O desfecho principal do estudo era investigar mortalidade, ou seja, o estudo não foi planejado para investigar a relação do leite com osteoporose ou fraturas. O achado com a relação a osteoporose foi um evento aleatório. Isso implica que análises deveriam ser realizadas com foco na influência do leite sobre a osteoporose para termos um resultado mais seguro.  Com exemplo deveriam ser investigado diferentes tipos de leite (desnatado ou integral), forma de utilização (se acompanhado com outro alimentos), se ingerido em uma única vez ou ao longo do dia”, explica Lígia Martini, integrante da ABRASSO e professora associada do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP.

 

O estudo foi conduzido na Universidade de Uppsala, Suécia, e mostrou um fato novo sobre o consumo de leite para a saúde óssea: este alimento pode não reduzir a fragilidade óssea e até aumentar a possibilidade de fraturas.

 

“Os resultados do nosso estudo questionam a validade das recomendações do consumo de grandes quantidades de leite para a prevenção de fraturas de fragilidade óssea. Mas esses resultados precisam ser interpretados de forma cautelosa por conta da natureza observacional do nosso estudo”, destacou Karl Michaelsson, pesquisador chefe da Universidade de Uppsala, em entrevista à BBC Brasil.

 

Cautela

As redes sociais são uma importante fonte de informação, mas é preciso tomar cuidado. Ir além de títulos e chamadas, lendo com atenção as notícias completas, é importante para não tomar decisões erradas.

 

“Os próprios autores recomendam cautela, implicando que é não preciso parar de tomar leite. Além disso os mesmos resultados não foram encontrados com iogurtes e queijos”, completa a especialista. Existem diversos estudos contrários ou contraditórios a respeito do tema. “A validade deste estudo é incontestável, e os autores ainda afirmam que mais estudos com desenho prospectivo, randomizados e controlados são necessários”, completa.

 

Leite recomendado

Portanto, a velha máxima ainda continua válida: leite é bom, sim, para a saúde e a força dos ossos. “A ingestão adequada deve ser ao longo da vida, desde a infância. Há estudos retrospectivos mostrando que crianças com ingestão inadequada tiveram maior risco de fraturas quando se tornaram idosos”, comenta Lígia.

 

Não somente de derivados lácteos devem ser levados em consideração. Bebidas a base de soja fortificadas com cálcio, sardinha e até mesmo o feijão são algumas opções para quem tem intolerância à lactose ou prefere outro tipo de alimento. Outro fator importante, de acordo com a professora associada da USP e integrante da ABRASSO, é seguir não apenas esta recomendação como todas as outras para um estilo de vida saudável.

 

“Não adianta nada parar de tomar leite e fumar, ser sedentário, ter alimentação inadequada, não utilizar medicamentos recomendados pelos médicos. Achar que só o fato de não tomar leite vai prevenir fratura ou ter osteoporose é improprio. O conjunto deve der adequado. Deve-se atentar também para a quantidade ingerida diariamente (que não deve ultrapassar três ou quatro copos)”, explica Lígia.

 

Com informações da BBC Brasil.

Twitter

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Arquivos

Depoimentos [+] outros depoimentos

“A informação faz toda a diferença em nossa vida, inclusive na nossa saúde. Com a campanha Seja Firme e Forte objetivamos levar conhecimento a todos, para que tenham hábitos saudáveis de vida  e garantam a saúde de seus ossos em todas as fases da vida, e também para que as pessoas saibam reconhecer as situações de risco que possam enfraquecer seus ossos, de forma a procurarem os profissionais de saúde precocemente, para prevenir as doenças ou, quando necessário, resgatar sua saúde óssea.”

Luiz Claudio Castro, Endocrinologista Pediatra.

21/09/2011

Lorem ipsum dolor sit amet

“A osteoporose é real e afeta a todos. É preciso mobilizar a todos e mostrar que embora difícil, é possível conviver com a doença, trabalhar e ter uma vida normal.”

Suely Roitman, Presidente da FENAPCO

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Teste de Osteoporose

ToolsTesteOsseo

São apenas 19 perguntas simples para você descobrir como está a saúde dos seus ossos.

Teste de Osteoporose