Frutas, verduras, tubérculos e raízes podem ajudar no tratamento da osteoporose | Firme Forte | Osteoporose

Frutas, verduras, tubérculos e raízes podem ajudar no tratamento da osteoporose

Estudo inédito orientado por um dos membros da comissão científica da ABRASSO investigou hábitos alimentares de 156 mulheres portadoras da doença na pós-menopausa – período de maior ocorrência do problema – e também constatou que doces, chá e café são, por outro lado, prejudiciais à saúde óssea

Manter uma alimentação equilibrada e rica em cálcio é essencial para prevenir a osteoporose. Porém, uma pesquisa inédita orientada pela nutricionista Lígia A. Martini, membro da comissão científica da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), apontou que o cuidado com a dieta continua sendo importante para a saúde óssea, mesmo depois que a doença se manifesta no organismo. “Ao realizar esse trabalho, constatamos que as mulheres que consomem doces, chás e café em grande quantidade tendem a apresentar densidade óssea mais baixa. Já as que costumam comer frutas, verduras, tubérculos e raízes, mais do que todos os outros alimentos, têm ossos mais próximos de sua condição original, apesar da osteoporose”, diz Lígia que também é docente do Departamento de Nutrição da Universidade de São Paulo.

Para chegar a essa conclusão, o estudo, realizadopela nutricionista Natasha Ap. G. de França da Faculdade de Saúde Pública da USP, avaliou os hábitos alimentares de 156 mulheres com osteoporose na pós-menopausa – período de maior ocorrência da doença. A partir dos dados obtidos, cinco padrões de alimentação foram encontrados entre elas: o padrão “saudável”, composto por verduras, frutas, tubérculos e raízes, como batata, mandioca e inhame; o padrão de “carne vermelha e cereais refinados”, composto por carne de boi e porco, arroz branco e massas feitas à partir de farinha branca; o padrão de “leite e derivados magros”, como queijos magros, leite e iogurtes desnatados; o padrão de “doces, café e chás”, que incluía açúcar, mel e doces em geral, como sobremesas, chocolates, balas, etc.; e o padrão “ocidental”, caracterizado pelo consumo elevado de refrigerantes e fastfood.

 

Cada padrão foi então submetido a uma análise de regressão linear com o objetivo de avaliar como cada um podia estar associado à densidade óssea das participantes. O resultado foi que dietas compostas por maiores quantidades de frutas, verduras, tubérculos e raízes pareceram ser protetoras aos ossos. Por outro lado, uma alimentação composta por grandes quantidades de chás, café e doces foi apontada como prejudicial à saúde do esqueleto, ao provocar reações que parecem aumentar a desmineralização óssea. “Com essas informações é possível elaborar uma dieta que ajude a combater o avanço da osteoporose no organismo e, consequentemente, também auxilie a prevenção de efeitos mais graves da doença, como fraturas por baixo impacto, por exemplo”, revela a Lígia. “Ou seja, uma alimentação saudável rica em frutas e vegetais pode funcionar não só como uma medida preventiva, mas também como um importante aliado no tratamento da osteoporose que, atualmente, é feito basicamente por meio de medicamentos”, conclui a nutricionista da ABRASSO.

Credito das Fotos: 1- Kelley Savage, 2- International Potato Center (CIP), 3- Diego Lopvan


Twitter

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Arquivos

Depoimentos [+] outros depoimentos

Um estilo de vida saudável é fundamental na prevenção e tratamento da osteoporose. Atividade física regular é importante para a saúde óssea. No entanto, é importante ressaltar que a atividade física deve envolver exercícios com impacto e que fortaleçam a massa muscular. São esses os mais importantes para a manutenção da massa óssea. Claro que a intensidade do exercício e o grau de impacto que o indivíduo pode suportar variam de acordo com cada caso e, por isso, é essencial que a atividade física seja supervisionada por um profissional treinado.

Diogo Domiciano, médico-assistente da Disciplina de Reumatologia do Hospital das Clínicas da USP.

21/09/2011

Lorem ipsum dolor sit amet

“A osteoporose é real e afeta a todos. É preciso mobilizar a todos e mostrar que embora difícil, é possível conviver com a doença, trabalhar e ter uma vida normal.”

Suely Roitman, Presidente da FENAPCO

Dica Firme e Forte

ToolsCalculadora

Para previnir a osteoporose: consuma mais alimentos com cálcio e vitamina D, tome mais sol e faça mais exercícios com algum impacto. Não deixe de fazer os exames preventivos, incluindo a denistometria óssea.

Teste de Osteoporose

ToolsTesteOsseo

São apenas 19 perguntas simples para você descobrir como está a saúde dos seus ossos.

Teste de Osteoporose